Como melhorar o desempenho sexual naturalmente?

Desempenho sexual – Se você está procurando por maneiras de melhorar o desempenho sexual, saiba que não é o único! Muitas pessoas estão procurando por métodos naturais para melhorar o desempenho sexual, e isso pode incluir melhorar os problemas já existentes ou encontrar outras formas de satisfazer sua parceira e a si mesmo. 

Existem diversos medicamentos que podem ser encontrados em farmácias, mas também há formas mais simples e naturais de melhorar o seu desejo sexual e libido. Tenha em mente que o desejo sexual e sensibilidade das genitais dependem da pressão e do fluxo sanguíneo, portanto é importante ter a certeza que seu sistema circulatório está saudável e funcionando bem.

Basicamente, o que é bom para a saúde do coração é também bom para a sua vida sexual. Veja a seguir maneiras naturais de melhorar o seu desempenho sexual

Se mantenha ativo

Uma das melhores maneiras de melhorar a saúde do coração é a prática de exercícios cardiovasculares. O ato sexual pode elevar os batimentos cardíacos, mas a prática regular de atividades físicas ajuda a manter o coração em forma.

30 minutos de exercícios aeróbicos por dia, como corrida, hidroginástica e natação podem trazer mudanças maravilhosas pela sua libido e para a resistência na cama, aumentando o desempenho sexual.

Além disso, o exercício físico traz benefícios para todo o corpo e mente.

Consuma esses alimentos e vegetais

Certos tipos de alimentos podem ajudar a melhorar seu fluxo sanguíneo e ajudam na produção dos níveis de testosterona.

  • Cebola e alho: Esses alimentos podem não ser bons para o seu hálito, mas podem ajudar a melhorar a circulação do sangue. Esses temperos também aumentam o desejo sexual e podem aumentar a qualidade da vida sexual. 
  • Bananas: Essa fruta é rica em zinco e potássio e pode ajudar a diminuir a pressão sanguínea, o que traz benefícios para as regiões genitais e ajuda a melhorar o desempenho sexual
  • Pimentas: Todos os alimentos naturalmente apimentados podem ajudar a melhorar a circulação do sangue uma vez que reduz a hipertensão e inflamação. 
  • Ômega 3: esse tipo de gordura ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo. Você pode encontrá-la em suplementos, salmão, atum, abacates e azeite de oliva extra virgem. 
  • Vitamina B1: Essa vitamina ajuda a mandar os sinais do cérebro para o restante do corpo de forma mais rápida, e isso inclui os sinais enviados as áreas genitais de homens e de mulheres. Pode ser encontrado em suplementos, porco, amendoim e feijões. 
  • Ovos: Rico em vitaminas do complexo B, os ovos podem balancear os níveis de hormônio no organismo. Isso pode auxiliar no tratamento do estresse e ansiedade, uma causa comum da disfunção erétil e ejaculação precoce.

Reduz o estresse diário 

O estresse pode afetar todas as áreas de sua saúde, incluindo na sua libido. O estresse aumenta os batimentos cardíacos (de uma forma ruim) e aumenta a pressão sanguínea.  Ambos trazem malefícios para o desejo sexual e desempenho e os efeitos psicológicos do estresse podem dificultar o orgasmo e a ereção.

Praticar exercícios físicos é uma ótima maneira de reduzir o estresse do dia a dia e melhorar a saúde geral do corpo. Conversar com sua parceira sobre as situações estressantes do dia a dia podem te ajudar a lidar com o problema, além de fortalecer o relacionamento.

Além disso, o estresse pode também trazer hábitos ruins como fumar e consumir bebidas alcoólicas, o que prejudica não apenas seu apetite sexual e desempenho, como os órgãos internos e pele.

Largue os hábitos ruins

Quando você tem o hábito de fumar e beber com frequência, toda a sua saúde é prejudicada, incluindo a sua vida sexual.  Apesar de alguns estudos sugerirem que um pouco de vinho tinto pode melhorar a circulação, o álcool em excesso pode ter o efeito contrário. Parar de fumar também é um dos principais passos para melhorar o desempenho sexual.

Substituir os hábitos ruins por hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e atividades físicas regulares podem melhorar a vida sexual em geral. O exercício físico pode ser um substituto saudável desses hábitos. 

Tome mais sol

A luz solar diminui a produção de melanina do corpo. Esse hormônio nos ajuda a dormir, mas também diminui o desejo sexual. Menos melanina é igual a um maior desejo sexual.

Sair e deixar o sol em contato com a pele pode ajudar a melhorar o desempenho sexual, especialmente durante o inverno que é quando o corpo produz menos melanina.

Se masturbe com mais frequência

Se você não está conseguindo manter a ereção pelo tempo desejado, talvez seja necessária apenas mais prática. Apesar de o sexo ser a melhor forma de “praticar”, a masturbação também pode ajudar a melhorar o desempenho sexual.

Apesar disso, a maneira como você se masturba pode ter o efeito contrário. O segredo é fazer durar tanto quanto você deseja na cama.

A masturbação é uma atividade comum e é uma forma natural e segura de explorar seu próprio corpo, sentir prazer e aliviar a tensão sexual. Apesar dos mitos, não existe nenhum efeito colateral em sua prática, muito pelo contrário, esse ato é divertido, normal e saudável. 

Os efeitos colaterais da masturbação

A masturbação não tem nenhum efeito colateral. Apesar disso, algumas pessoas podem sentir culpa após realizar esse ato.

Masturbação e culpa 

Algumas pessoas podem sentir culpa após a prática da masturbação por motivos culturais, espirituais ou até mesmo crenças religiosas. É importante saber que a masturbação não é algo errado e nem imoral. Se você se sente culpado, tente conversar com alguém que confia sobre os seus sentimentos e como superá-los. Terapeutas especializados em saúde sexual pode também ser uma boa opção.

O vício

Algumas pessoas podem desenvolver um vício a masturbação. Você pode estar passando muito tempo se masturbando se:

  • Não faz suas atividades diárias;
  • Falta ou se atrasa do trabalho ou escola;
  • Cancela os planos com amigos e familiares;
  • Não frequenta mais eventos sociais. 

Esse vício pode prejudicar não só seu relacionamento com outras pessoas, mas também traz prejuízos a outras partes de sua vida, atrapalhando no seu trabalho e estudos, o que pode diminuir a sua produtividade.

Conversar com seu médico e terapeuta podem te ajudar a controlar seus impulsos sexuais. Você também pode tentar substituir a masturbação por outras atividades como corrida, caminhadas, natação, hidroginástica, escrever em um diário ou sair com seus amigos e familiares. Encontrar novos hobbies também pode ajudar.

A masturbação pode diminuir a sensibilidade sexual? 

Para as mulheres que sofrem com algum tipo de disfunção sexual, o estímulo pode ajudar a melhorar o desempenho sexual e a sensibilidade.

Dois estudos de 2009 descobriram que o uso de vibradores em homens e mulheres contribuiu para o aumento do desejo e funções sexuais. As mulheres tiveram um aumento na lubrificação, enquanto homens tiveram uma ereção mais intensa e duradoura. O uso de gel massageadores é também uma ótima opção, pois ajuda a aumentar o fetiche do casal, procure aqueles com menthol na composição, uma vez essa substância auxilia na dilatação dos vasos sanguíneos e artérias.

Os especialistas recomendam mudar as técnicas aplicadas durante a masturbação para restaurar a sensibilidade durante o ato sexual.

Benefícios da masturbação

 Não existem muitos estudos sobre a masturbação, porém existem diversos estudos sobre a relação sexual e estímulos.

As pesquisas realizadas sugerem que o estímulo sexual pode:

  • Aliviar o estresse;
  • Trás a qualidade de sono;
  • Melhorar o humor;
  • Melhorar o desempenho sexual;
  • Aliviar cólicas;
  • Aliviar a tensão sexual;
  • Aumentar o conhecimento sobre seu próprio corpo. 

Masturbação e o câncer de próstata

Estudos mais recentes sugerem que a ejaculação regular pode diminuir o risco de câncer de próstata, mas os médicos ainda não sabem exatamente o motivo.

Um estudo de 2016 descobriu que o risco de desenvolver o câncer de próstata é 20% menor em homens que ejaculam no mínimo, 21 vezes ao mês. Outro estudo realizado em 2003 descobriu uma ligação entre a ejaculação frequente e baixos riscos de desenvolver câncer de próstata. 

 Apesar disso, ainda não existe evidências científicas que comprovem que a ejaculação regular protege o homem contra esse tipo de câncer.

Masturbação durante a gestação

Contudo, as alterações hormonais durante a gravidez podem fazer com que a mulher sinta mais desejo sexual e se masturbar é uma maneira segura de aliviar a tensão durante a gestação, especialmente nos últimos meses.

O prazer sexual libera hormônios no corpo da mulher que podem auxiliar a minimizar os sintomas da gestação, como dores na lombar e inchaço. Apesar de todos os benefícios, pode não ser recomendado a mulheres com gestação de risco, uma vez que o orgasmo pode induzir o parto, causando mais dilatações.

De forma geral, a os estímulos sexuais ajudam a combater o desenvolvimento de outras disfunções.

Busque ajuda profissional se achar necessário.

Portanto, se você tem ejaculação precoce, disfunção erétil ou qualquer outra disfunção sexual, não hesite em buscar ajuda profissional e tratar com um médico urologista, ginecologista ou até mesmo terapeuta, a fim de melhorar o desempenho sexual.

One thought on “Como melhorar o desempenho sexual naturalmente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *